Como parte das melhorias no transporte coletivo de Manaus, anunciadas pelo prefeito Arthur Virgílio Neto após intervenção junto às empresas que operam no Sistema, está em construção o Terminal de Integração 6 (T6), localizado no cruzamento das avenidas Governador José Lindoso, conhecida como avenida das Torres, e Comendador José Cruz, no Lago Azul, zona Norte. Nesta quarta-feira, 8/7, os trabalhos se concentram no muro de isolamento e na drenagem.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Kelton Aguiar, essa obra será mais uma grande intervenção em infraestrutura e mobilidade urbana realizada na gestão do prefeito Arthur Neto. “O desenvolvimento de Manaus, em seus diversos aspectos, é uma característica da gestão do prefeito Arthur. Vamos trabalhar de forma rápida e eficaz para que os usuários do transporte coletivo possam usufruir de mais uma melhoria no sistema”, disse o secretário da Seminf, Kelton Aguiar. O novo T6 deve ser entregue em dezembro deste ano.

Aproximadamente 25 servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) atuam no canteiro de obras, com apoio de maquinário pesado. Nessa fase inicial, é executada a vedação do espaço, com o levantamento do muro de isolamento, além da rede de drenagem subterrânea, que vai dar escoamento às águas pluviais. Terminada essa etapa, os serviços serão concentrados na terraplanagem, com aplicação do pavimento rígido em concreto, para, então, iniciar o levantamento das plataformas de embarque e desembarque.

A engenheira fiscal da Seminf, Adriana Oliveira, explicou que a estrutura do T6 será diferente de outros terminais. “Serão quatro plataformas de integração dispostas de forma paralela, uma ao lado da outra, que vão servir de apoio para os coletivos”, detalhou.

Os passageiros que acessarem o terminal a pé, vão contar com duas entradas, uma pela avenida das Torres e outra pelo ramal do Acará. Na estrutura, as entradas e plataformas terão cobertura e os usuários do transporte coletivo também vão ter a possibilidade de recarga para os cartões eletrônicos de vale transporte e estudantil.

A extensão do Terminal de Integração 6 possui mais de 23 mil metros quadrados e a empresa responsável pela obra é a Etam Ltda., vencedora do processo de licitação.

Sustentabilidade

O projeto do T6 também valoriza a sustentabilidade e contará com intervenção da Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, presidido pela primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro. As primeiras ações de cuidado com a arborização se iniciam nos próximos dias, com o transplantio de 13 árvores das espécies ingá, pupunha, murici, entre outras, que estão inseridas no contexto da construção. Os indivíduos arbóreos serão replantados em outra área.

A medida já foi executada pelo programa “Arboriza Manaus” em outras obras do município e obteve resultados positivos. Entre as ações mais recentes, está a do complexo viário Ministro Roberto Campos, recém-inaugurado, onde uma macaubeira vermelha foi transplantada do canteiro central da avenida Constantino Nery para uma área próxima e que, atualmente, mantém plena existência.

Outro exemplo foi o transplante de 17 árvores de pequeno e médio porte que estavam no canteiro central da avenida Max Teixeira, onde está em construção o complexo viário do Manoa, e que foram levadas para o conjunto Mundo Novo, reforçando uma área verde.

Texto – Alan Marcos Oliveira / Semcom
Fotos – Alex Pazuello / Semcom