Manaus – Dois dias após cumprir sua primeira agenda oficial em Brasília, o prefeito eleito de Manaus, David Almeida (Avante) anunciou mais cinco nomes que vão comandar as secretarias municipais de Limpeza Pública, Trabalho e Empreendedorismo, Agricultura e Abastecimento, Casa Civil e Comunicação a partir de 2021. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa no Comfort Hotel Manaus, Zona Leste da capital. Agora, o secretariado da próxima gestão soma sete nomes definidos por Almeida.

No inicio do mês, David Almeida já havia anunciado o auditor fiscal de tributo estaduais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM), Luiz Gonzaga, para a Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), e o vice-prefeito eleito de Manaus Marcos Rotta, para a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

A Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) será comandada pelo ex-deputado estadual e ex-secretário de Estado, Sabá Reis, o responsável pela Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) será o ex-secretário adjunto da Casa Civil e ex-secretário de projetos especiais, Radyr Gomes de Oliveira Júnior.

A Casa Civil ficará sob a responsabilidade do advogado procurador do Estado, Tadeu de Souza Silva, advogado procurador do Estado, foi nomeado para a Casa Civil. Já o primeiro secretário estadual do Avante, Renato Frota Magalhães responderá pela Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

David Almeida também confirmou o nome do jornalista Emerson Quaresma para comandar a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), acompanhado da jornalista Emanuelle Baires com subsecretária da pasta.

A maioria dos nomes atuaram na equipe de Almeida durante sua gestão como governador interino do Amazonas, em 2017, e na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), no biênio de 2017 e 2018 quando ocupava a presidência da Casa Legislativa. “Não foi anunciado ninguém oficialmente, estamos indicando nomes, montando equipe’’, ressaltou David Almeida.

Outras pastas, como Saúde, Cultura e Educação, devem ter os secretários divulgados com a posse de David Almeida na Prefeitura de Manaus.

David explicou que seguirá o modelo da iniciativa privada, implantando nas pastas o Conselho de Controle Interno, com a função de atuar, junto aos funcionários públicos, definindo metas e contabilizando recursos disponíveis. Segundo o prefeito eleito, a meta é proporcionar um maior dinamismo e melhoria nas atividades municipais.

“Nós vamos cobrar o desempenho dos servidores. Vamos ter uma equipe que irá abastecer os sistemas. Em cada secretária nós teremos um servidor, dentro das nossas equipes de tecnologia, projetos e convênios, para acessar todas as informações disponíveis”, declarou Almeida.

Balanço 

Além dos nomes que devem assumir as secretarias, David Almeida divulgou os resultados da agenda que cumpriu em Brasília, na última terça-feira (15), e assegurou que deve retomar o diálogo com a bancada federal nos próximos dias. Durante a reunião, foram garantidos ao menos R$ 104 milhões para serem investidos em obras na capital.  “No anexo da Seminf, onde o Rotta será secretário, vai ser construída uma renda de R$3,5 milhões, para começar a executar [obras] já no início do ano. Para antes de assumirmos, já ter um caminho”, afirmou o prefeito eleito.

O programa ‘’Fila Zero’’, lançado durante o período que David era governador, também deve ser retomado em 2021. O prefeito eleito afirmou que mantém diálogo com diversos hospitais, tanto no setor público, quanto privado, para garantir essa implementação.

“Vamos montar as UBS’s com toda uma estrutura de exames, consultas, que ninguém mais vai precisar entrar em filas e esperar dois, três, quatro meses, um ano, dois anos para receber atendimento. Vai ser uma realidade diferente na nossa cidade”, evidenciou.

O Polo Industrial de Manaus também deve receber um incentivo maior, com investimentos em escolas e empresas localizadas no Distrito Industrial.

De acordo com Almeida, a meta para a próxima gestão é tornar o poder público eficiente. “Vamos criar regulamentos, para o servidor público saber o porquê dele estar ali, para quê ele está sendo pago. Vamos estabelecer metas de desempenho para todos os servidores públicos, e vamos cobrar mensalmente. Quem tiver bom desempenho, permanece, quem não tiver”, garantiu.

Segundo Almeida, o orçamento da Prefeitura de Manaus para 2021 deve ser R$600 milhões menor que 2019, e a energia solar será uma aliada para diminuir os gastos públicos.

Ações conjuntas

David Almeida pontuou ainda que ações conjuntas com o Governo do Estado do Amazonas devem ser instauradas pela Prefeitura de Manaus. “Temos muitas perspectivas em Manaus. Fui atrás do governador Wilson Lima, que foi muito solícito por Manaus, para ajudar nos problemas do transporte público, da infraestrutura. Fui atrás de todos, pois quem sofre com a falta de diálogo é o povo’’.

Os vereadores eleitos em 2020 também marcaram presença durante a coletiva. ‘‘Queremos fazer dessa cidade, um lugar bom para viver. Temos que trabalhar pela população. Os poderes são independentes, porém são harmônicos, e nossos vereadores entenderam isso. Nós, políticos, precisamos unir forças, para recuperar a credibilidade para a nossa classe’’, afirmou.

Transporte público

O sistema de transporte público, que sofreu com ameaças de greve e suspensão de serviços nos últimos dias, também deve sofrer alterações a parti do ano que vem. O prefeito eleito garantiu que deve articular reuniões com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) com a proposta de redução no valor da tarifa do transporte público. O indicativo é que a passagem passe a ser R$3,75, cinco centavos a menos do que é cobrado hoje.

“Nós temos uma das passagens mais caras do Brasil. Quero propor algo com as empresas, para alterarmos isso. Temos também o nosso planejamento, por ano, de renovar 25% da frota, e em quatro anos, teremos uma frota totalmente renovada”, completou.

Plano de vacinação nacional

Almeida destacou que irá manter o planejamento nacional do Governo Federal em Manaus, como parte do combate à pandemia.  Segundo o plano de vacina anunciado na quarta-feira (16), as negociações abrangem pelo menos oito fórmulas diferentes, incluindo a CoronaVac, e a vacina utilizada será a que primeiro for aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Esse foi um dos temas [discutidos em Brasília]. O procedimento da vacina será nacional, e o Governo Federal tomará a frente dessas negociações. O Butantan só tem um cliente, que é o Governo Federal, então estaremos caminhando nesse sentido”, contou.

Cultura

Em resposta às críticas no que abrange o planejamento dos eventos e programas culturais, sobre intervenção religiosa em manifestações artísticas, como no tradicional Passo a Paço e no Carnaval de Manaus, David reafirmou que irá governar para todos.

Pontuando sobre a proximidade que tem com as escolas de samba de Manaus, o prefeito eleito reconheceu a importância da cultura para a população.  ”Não sou um fundamentalista, nasci em um bairro onde conheço de tudo. Sou um cara com a cabeça bem aberta. Todos terão seu espaço, dentro dos cuidados com a pandemia”, finalizou.

Fonte: Em Tempo