Santos atropela Goiás com seis gols, mantém liderança do Brasileirão e bota pressão nos rivais

0

Com informações da ESPN.com.br

Suspenso, Sampaoli não pôde comandar o Santos na beira do campo. Do camarote, porém, ele não teve muito com o que se preocupar.

Foto: Ivan Storti / Santos 

Jogando na Vila Belmiro, o Santos tranquilamente goleou o Goiás por 6 a 1 e manteve a liderança do Brasileirão por mais uma rodada. Carlos Sánchez, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Eduardo Sasha e Soteldo anotaram os gols do time da casa, e Kayke fez o de honra.

Com mais três pontos, a equipe santista chegou aos 32, abrindo cinco de vantagem para o Palmeiras, que encara o Corinthians em Itaquera, e oito para o Flamengo, que viaja para encarar o Bahia.

Já o Goiás, com 12 gols sofridos e apenas dois anotado desde a volta da pausa da Copa América, é o 10º colocado com 17 pontos. Após o período sem jogos, o time goiano fez quatro partidas com duas goleadas por seis gols e dois empates em 0 a 0.

Resolvendo no começo

O Santos não quis perder tempo para defender a liderança e contou com um golaço de Carlos Sánchez para abrir o placar logo aos oito minutos. Depois de bela jogada de Soteldo pela esquerda, o cruzamento veio na medida para uma batida de primeira, cheia de estilo, que só parou na rede.

Seis minutos depois, mais um gol. Dessa vez a cobrança de falta teve toque de Soteldo para Sánchez cruzar e Lucas Veríssimo subir no meio da marcação para completar de cabeça e fazer o segundo do jogo.

O terceiro poderia ter saído aos 21, mas Derlis perdeu a chance após o chute cruzado de Felipe Jonatan. Só que, aos 36, Gustavo Henrique não desperdiçou o rebote que veio da trave após cabeceio de Sasha e fechou o 1º tempo com o placar bem tranquilo.

Nada de se contentar

Se a vitória já parecia garantia, o Santos seguiu fazendo seu jogo e logo transformou o placar em goleada.

Aos seis da etapa final, Soteldo tocou para Sánchez e o uruguaio deu mais uma assistência, vendo bem a movimentação de Sasha, que brigou com o goleiro e completou para a rede, anotando o quarto gol do time da casa.

O 5 a 0 veio aos 22, quando Soteldo aproveitou a bobeira da zaga, roubou a bola e bateu da intermediária, colocando no canto esquerdo do gol defendido por Tadeu, que ficou ajoelhado e nada conseguiu fazer.

Para fechar, aos 35, Marinho recebeu em velocidade, driblou a marcação e saiu na cara do goleiro, mas não foi egoísta. O toque de lado deixou Soteldo com o trabalho de apenas empurrar para o gol e sair para o abraço.

O Goiás conseguiu ao menos deixar o “gol de honra”, com Kayke, já nos acréscimos, repetindo o placar que levou do Flamengo há três semanas.

Na sequência

O próximo compromisso do líder do Brasileirão é no próximo sábado, às 17 horas (de Brasília), no clássico contra o São Paulo, no Morumbi.

Já o Goiás faz, na quarta-feira, o jogo atrasado que tem com o Corinthians, em Itaquera, às 19h15. Já no próximo final de semana o duelo será no Serra Dourada, contra o Vasco, no domingo, às 19 horas.

COMENTE ESTE POST...

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui