Em grande duelo, Paulo Cristian e Rodolfo Sant’Anna prometem fortes emoções no Jungle Classic Jiu-Jítsu

0

Com informações da Assessoria de Comunicação

Foto: Lorena Furtado e Divulgação

Em desafio marcado no Jungle Classic Jiu-Jítsu 2, Paulo Cristian e Rodolfo Sant’Anna já estão preparados para participarem da terceira edição da competição, marcada para o dia 31 de maio, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus. Os lutadores já são veteranos no evento e possuem uma vitória cada.

Maior competição de lutas casadas da modalidade, o Jungle Classic Jiu-Jítsu já faz parte do calendário de grandes eventos do Estado. Feliz em participar novamente da disputa, o lutador Paulo Cristian afirmou que quer repetir o feito da edição anterior, quando ganhou do lutador Alcenor Alves (White House) por decisão dos árbitros, e sair vitorioso do duelo inédito. “Nunca lutamos e minha expectativa é totalmente positiva. Com muito jiu-jítsu, e muita raça, acredito que irei garantir essa vitória. Tenho treinado bastante e vou em busca da finalização. Minha maior arma é a estratégia, e isso vai ser fundamental para o resultado”, destacou.

Aos 40 anos, Paulo Cristian falou de sua relação com o jiu-jítsu e de sua motivação para praticá-lo até hoje. “Comecei a treinar muito novo, em 1988, quando eu tinha apenas oito anos de idade. Aos 10 já competia e comecei a criar gosto pelo esporte. Em minha trajetória, conquistei títulos amazonenses e em várias outras competições, além do bronze no Sul-Americano. Já tenho mais de 30 anos de jiu-jítsu com muitas idas e vindas, inclusive cheguei a parar de treinar permanentemente, e me dediquei a outro esporte, o wakeboard. Mas a paixão pela “arte suave” falou mais alto e retornei aos treinos na academia do amigo Fábio Aníbal”, lembrou.

O representante da Equipe Shock falou ainda da preparação para o combate. “Estou treinando três vezes por semana, mantendo uma alimentação balanceada, o que vai auxiliar bastante em minha agilidade, e sempre que posso, atento para os exercícios cardiorrespiratórios. Estou muito confiante e tenho contado com uma pessoa que me ajuda em todos os momentos e que é peça fundamental em minha vida como atleta e como ser humano”, ressaltou Paulo Christian ao falar de sua esposa, Alessandra.

– Mais do que minha companheira, ela é minha fisioterapeuta e acaba cuidando de minhas inúmeras lesões, é minha amiga, meu alicerce. Até mesmo quando não acredito que vou conseguir algo, ela vem e me ensina a ter confiança em meu potencial. Ela e nossos filhos são a energia que preciso para enfrentar toda e qualquer batalha, e é por eles que farei valer todos os esforços – garantiu Paulo Cristian.

Há muito tempo atrás, quando recebeu a graduação marrom, Paulo lembra da felicidade que sentiu e de como sua vida mudou. “Ganhei a faixa marrom sem estar esperando. Fiquei surpreso e extremamente feliz. Foi então que pude perceber que estava no caminho certo e desde então, procurei honrar minha trajetória neste esporte. Para mim o jiu-jítsu é sinônimo de família, união, amizade, lealdade, força, equilíbrio, raça e amor. Unindo esses elementos, buscarei dar o meu melhor e garantir essa conquista, claro, respeitando o meu adversário, que é um lutador excepcional”, concluiu.

Para Rodolfo Sant’Anna, vencer será uma questão de determinação e, claro, de colocar em prática toda a experiência que a “arte suave” lhe trouxe. Participante da primeira edição do evento, em que venceu Cleudo Caldas (Pina), por decisão dos árbitros, ele irá buscar um resultado positivo, independente de qualquer coisa. “Infelizmente o tempo não tem sido meu aliado, mas sou guerreiro e como tal, estou preparado para a guerra. A vitória por finalização é sempre o ápice de uma luta de jiu-jítsu, mas não me importo em vencer por uma vantagem ou novamente pela decisão dos árbitros. No final, apenas um de nós sairá com o braço levantado, e me dedicarei ao máximo para que este braço seja o meu”, destacou.

Advogado por profissão, Sant’Anna dividiu sua rotina de treinos com o trabalho. Apesar da importância da competição e do duelo com seu adversário, ele afirmou que mesmo sem tanto tempo para se preparar, irá mostrar toda a sua garra dentro do tatame. “Mesmo que não tenha o tempo que eu gostaria para treinar e me preparar para este combate, farei o que estiver ao meu alcance para alcançar meu objetivo. Com passar dos anos, começamos a entender melhor as nossas capacidades e limitações, e é com isso que estou contando na hora da guerra, usar o que eu tenho de melhor, que é o meu jiu-jítsu”, explicou.

O atleta lembrou da época em que a modalidade era marginalizada e vista como extremamente violenta. As pessoas acreditavam que os praticantes da “arte suave” queriam apenas brigar e não davam valor a tudo aquilo que o esporte compreendia. “Quando começamos, há muito tempo, o jiu-jítsu era marginalizado. Eu e todos os atletas que estão participando dessa festa, que é o Jungle Classic, somos pioneiros do sucesso que esse esporte maravilhoso tem atualmente no Amazonas e, sem falsa modéstia, ouso dizer que fomos os responsáveis pela pavimentação da estrada onde muitos atletas brilham, hoje em dia, pelo mundo afora. Nós e tantos outros que fizeram, fazem e ainda vão fazer parte desta confraternização do jiu-jítsu”, ressaltou.

Com saudosismo, o lutador falou ainda da expectativa pelo resultado de cada campeonato. “Já lutamos campeonatos no ginásio do Rio Negro, que seria pequeno para qualquer evento médio realizado hoje em dia. Chegávamos a sair do ginásio por volta de 1h da madrugada, contando pontos para ver qual academia tinha sido campeã, dentre várias outras histórias. Por tudo isso, afirmo, o Jungle Classic é uma festa do jiu-jítsu amazonense, e todos devem prestigiar e conhecer quem fez essa história acontecer”, lembrou Rodolfo e completou. “Essa união e determinação em vencer permitiu que eu formasse uma personalidade guerreira e lutadora, que eu vou levar para o resto da vida. Além disso, tenho a certeza de que os amigos que conquistei nessa caminhada estarão sempre ao meu lado”, finalizou.

*Ingressos* – Os ingressos para a terceira edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu já estão à venda no valor de R$ 60 (cadeira VIP) e R$ 800 (Mesa VIP para oito lugares). Os interessados poderão adquiri-los no seguintes pontos de venda: Restaurante Deck Sushi Bar, localizado na Avenida Djalma Batista, bairro Flores, zona centro-sul, das 18h às 23h; Temakeria Fast Temaki, na Rua Recife, bairro Parque Dez, zona centro-sul, aberto 24h; Seu Zé Barbearia, situado na Rua Alexandre Magno, conjunto Shangrillá, bairro Parque das Laranjeiras, zona centro-sul, das 9h às 21h; e na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (FAJJPRO), localizada na Rua C-10, nº 1.490, bairro Japiim II, zona sul, das 9h às 17h. Maiores informações podem ser adquiridas pelo telefone (92) 98823-4840.

*Confira o Card*

1 – Luís Rocha (HBJ) VS Paulo Peixe (Valois Jiu-Jítsu)

2 – Cláudio Feitosa (Team Feitosa BJJ/RPBJJ) VS Heberson Belchior (Budha Jiu-Jítsu)

3- Mário Daniel (Valois Jiu-Jítsu) VS Gláucio Alves (Pina)

4 – Horácio Martins (Horácio BJJ/Osvaldo Alves) VS Agnaldo Lima (Cássio Façanha)

5 – Jander Pinheiro (Pinheiro Jiu-Jítsu) VS Dano Cardoso (Ribeiro JJ)

6 – Sérgio Porto (Equipe7/Mascarenhas) VS João Leão (Clube João Leão/Orley Lobato)

7 – Roberto Pinheiro (HBJ) VS Fabiano Lima (Orley Lobato)

8 – Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) VS Lissandro Barros (Team Cardoso)

9 – Zacarias Neto (AJ Jiu-Jítsu) VS Matheus Segadilha (Monteiro)

10 – Allen Lima (Nova União) VS Henrique Ramos (Equipe 7/Mascarenhas)

11 – Abrahim Júnior (Monteiro) VS Wagner Ferreira (Nova União)

12 – Adalberto dos Santos (Nova União) VS José Augusto (Orley Lobato/AGBJJ)

13 – José Moraes (Valois Jiu-Jítsu) VS William Couto (Monteiro)

14 – Adson Pinto (Orley Lobato) VS Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas)

15 – Paulo Cristian (Equipe Shok) VS Rodolfo Sant’Anna (Bronx / TTG)

16 – Júnior Cardoso (Team Cardoso) VS Mauricio Titão (HBJ)

COMENTE ESTE POST...

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui