Colômbia vence Catar e se classifica na Copa América com gol no fim e passe sensacional de James Rodríguez

0

Com informações da ESPN – Matheus Sacramento, de São Paulo (SP)

Foto: Divulgação / FCF

Foi sofrido, mas a Colômbia conseguiu a classificação antecipada para a próxima fase. Nesta quarta-feira, a seleção ‘cafetera’ venceu o Catar por 1 a 0, em São Paulo, no estádio do Morumbi, pela 2ª rodada do Grupo B da Copa América.

O único tento da partida foi anotado por Duván Zapata, atacante da Atalanta, aos 42 do segundo tempo, com grande assistência de trivela de James Rodríguez.

Com o resultado, os comandados de Carlos Queiroz chegam a seis pontos, mantêm a liderança da chave e garantem classificação para a próxima fase. Já a equipe de Félix Sánchez fica com apenas um ponto, na terceira colocação, à frente da Argentina, que ainda joga nesta quarta-feira contra o Paraguai.

No público pagante de 22.079, maioria absoluta colombiana, mas com uma minoria muito animada de brasileiros com cachecóis e bandeiras do Catar. Foi possível ouvir um “olê, olê, olá, Catar, Catar” e até mesmo cânticos xingando o juiz em português nas marcações a favor dos sul-americanos.

Esse foi o primeiro encontro entre as seleções em toda a história. Melhor para a Colômbia, que não sabe o que é ser eliminada na primeira fase desde 2007.

Agora, a seleção de Yerry Mina retorna a Salvador, onde fecha sua primeira fase diante do Paraguai, neste domingo, às 16h. No mesmo dia e horário, mas em Porto Alegre, o Catar mede forças com a Argentina.

Colômbia marca no fim

A Colômbia não demorou muito para balançar as redes. Logo aos cinco minutos, Yerry Mina subiu mais que toda a defesa adversária no escanteio e testou para o gol. O tento, entretanto, foi anulado por impedimento.

Aos 10, outra grande chance, desta vez com James Rodríguez. O camisa 10 completou cruzamento que veio da direita e a bola passou perto da trave.

Com mais posse de bola, os sul-americanos levavam muito perigo nas bolas aéreas, mas não conseguiram tirar o zero do placar.

Na segunda etapa, logo aos três minutos, o árbitro marcou pênalti para a Colômbia. Após longa demora e consulta no VAR, porém, a infração foi cancelada pelo juiz Alexis Adrian Herrera Hernandez.

Aos 15, mais uma grande chance de Roger Martínez, que deixou o zagueiro na saudade, mas finalizou em cima do goleiro. Cinco minutos depois, o próprio Martínez parou em defesaça de Saad Alsheeb.

A defesa asiática, bem postada durante todo o jogo, conseguia segurar os colombianos até o final. Conseguia.

Aos 42, James Rodríguez deu assistência primorosa de trivela para Duván Zapata, atacante da Atalanta, cabecear com categoria, tirando do goleiro e fazendo explodir o estádio.

COMENTE ESTE POST...

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui