Alunos de 350 escolas municipais passam por avaliação nacional

0

Mais de 31 mil alunos do 5º e 9º anos do ensino fundamental da Prefeitura de Manaus participam a partir desta segunda-feira, 21/10, da prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), com aproximadamente 350 unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Com 44 questões, sendo 12 de língua portuguesa e 12 de matemática de múltipla escolha, a avaliação vai até o dia 1º de novembro.

A prova do Saeb é uma avaliação nacional que compõe a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), sendo uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC). A ação é coordenada pela Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM) da Semed e busca avaliar as habilidades e competências desenvolvidas pelos estudantes nos componentes curriculares de língua portuguesa e matemática.

A novidade deste ano da prova diz respeito à educação infantil, com a participação dos diretores, professores, pedagogos e secretários escolares dos Centros Municipais de Educação Infantis (Cmeis) e creches municipais no preenchimento de questionários eletrônicos, no período de 13 de setembro a 1º de novembro. A outra novidade é a participação dos alunos do 2º ano de forma amostral em dois dias, bem como dos estudantes do 9º ano com a prova de ciências da natureza e humanidade, que não participaram da prova de português e matemática.

A assessora pedagógica Santana Elvira Amaral da Rocha, da DAM da Semed, destacou o trabalho realizado em todas as escolas para que os alunos consigam alcançar bons resultados na prova.

“A expectativa é grande porque, no último Saeb, Manaus ficou na 9º posição do ranking. E obviamente este ano a esperança é que avance muito mais ainda. Todas as escolas trabalharam bastante para essa avaliação”, disse.

Avaliação

Para o diretor Zacarias dos Santos, da escola municipal Carlos Gomes, no bairro Compensa 1, zona Oeste, a expectativa é muito grande, pois foi realizado um trabalho árduo da coordenação pedagógica com os aproximadamente 93 alunos do 5º ano. Segundo ele, a meta da escola é superar a última média de 2017, que foi de 6,6%.

“A nossa expectativa é muito positiva, nós temos certeza que vamos avançar mais uma vez, vamos colocar em prática tudo que foi passado aos alunos, desde o primeiro dia do ano. Realizamos bastante simulados em sala de aula e aulões aos sábados”, contou.

A aluna do 5º ano matutino da unidade, Sarah Hitotuzi, 11, disse que se preparou muito para ter uma boa nota. “A gente estudou bastante, fez vários simulados, toda semana eram, ao menos, dez simulados, muitas revisões nos livros de 20, 30 e até 40 páginas, além de muitas tarefas para casa e revisão para conseguir resolver as questões da prova da melhor forma possível”, disse.

Com a média de 7,1% na última prova, a escola municipal Candido Honório, bairro Alvorada, zona Oeste, participa com efetivo de 140 alunos do 5º ano e aproximadamente 70 crianças do 2º ano na prova de amostragem. Para diretora Elisangela Brandão, o objetivo é superar os próprios números para avaliar o ensino aprendizagem da própria escola.

“A expectativa é de que os nossos alunos alcancem nossos objetivos e nossas metas estipuladas. Nós fizemos vários simulados, chamamos a família, fizemos reunião com toda a comunidade escolar sobre a importância da prova como um todo”, finalizou.

 

Fonte: manaus.am.gov.br
Texto
 – Paulo Rogério / Semed
Fotos – Altemar Alcântara / Semcom

COMENTE ESTE POST...

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui